21 de agosto de 2017

Você chegou

Você chegou de repente.
Um bolsa com câmeras fotográficas nas costas.
Um avental azul de professor.
Meu professor.

Você chegou e sorriu para mim pela primeira vez.
Eu me encantei e fiquei ali.
Fiquei ali esperando que a euforia passasse,
Esperando que o coração entendesse que não era nada.

Você chegou e tocou minha mão pela primeira vez.
Parecia que eu tinha sido atingida por raios
E de novo você sorriu.

Você chegou e me tirou do chão.
Rio das minhas piadas sem graça,
Me contou sobre a sua primeira paixão,
Perguntou sobre meus antigos namorados,
Pegou a minha mão e carregou meu coração.

Você chegou de repente.
E você sumiu...
De repente.

____Ruana Lins

20 de maio de 2017

Você voltou

Você voltou. Vi o seu ressurgimento nas redes sociais. Fiquei aliviada, sim, fiquei. Porque da forma como você foi embora parecia que nunca mais te veria de novo e quando você voltou o coração pareceu entender que a gente poderia se encontrar naquele fusca colorido que fica na Amélia Rosa ou quem sabe, na pizzaria onde trocamos conversas esperando que o beijo chegasse logo. 
Estou bem, se você quiser saber, montei a minha empresa. Tenho novos amigos, novos desafios e um pouco mais de medo e coragem.
Estou vendo a sua nova foto há um bom tempo. Você está feliz, meu lábios sorriem junto. Eu queria pode te abraçar, te ligar, mandar mensagem dizendo o quanto você fez falta. Continuar aquela noite que foi mágica. Mas muito tempo se passou. eu mudei, você mudou. provavelmente não estamos mais no mesmo lugar, na mesma sintonia. Hoje eu tenho um pouco de medo do amor e talvez tudo o que meu coração queira é que você retorne aquela ligação que ficou perdida no tempo.

16 de maio de 2017

Um lugar chamado casa

A estrada no fim da curva me mostra o quanto ainda tenho que percorrer. A janela aberta, o vento brincando com as mechas do meu cabelo, a música indie tocando no som do carro me fazendo viajar. No braço a pulseira que você me deu. Lembro de todo o esforço que você fez para que eu tivesse tudo o que eu queria, lembro do gosto da sua comida e o quanto tenho saudade das risadas na mesa do jantar. 
Lembro da sua habilidade em cuidar da gente e de trabalhar fora. Sei que você se sentiu culpada por perder alguns passos nossos, mas o que eu lembro mesmo é do teu esforço e da felicidade quando tu chegava naquela apresentação que eu estava ensaiando há dias. lembro de você aturar o som do meu violino ruim, desculpa por isso mãe, mas olha só eu melhorei muito. lembro de quando você segurou minhas lágrimas, lembro de quando eu segurei as tuas. Lembro do apoio incondicional, lembro dos conselhos dados e que eu não queria escutá-los, lembro do dia em que coloquei a mochila nas costas e você disse: Vai com Deus, filha. Seja feliz. E lá fui eu atrás dos meus sonhos.   
Estou percorrendo meu caminho, as vezes um pouco sozinha na estrada como hoje. As vezes querendo muito teu colo e de repente o celular vibra e a tua voz do outro lado acalma o meu coração inquieto.Estou chegando, de longe eu já te vejo, as mãos ansiosas que não param de se apertar e o sorriso mais lindo que eu conheço desde sempre, você acena eu paro o carro e te abraço e me deixo ali, no lugar que eu chamo de casa. Amo-te mãe! Feliz seu dia!

12 de março de 2017

Sobre minha ansiedade - parte 1

Talvez a parte mais difícil não seja essa ânsia de não conseguir esperar pelo momento, talvez seja a parte que você ainda não sabe se vai realmente dar certo.
Será que vai acontecer como eu penso que vai? Provavelmente nãp. Mas a minha mente não me permite pensar em mais nada, tudo o que ela quer saber é sobre o futuro. Mas, como fazer a mente parar? - Faz outras coisas. - Talvez você pensa. Mas fazer outras coisas parece só piorar e deixar a mente ainda mais confusa e na boca do estômago um emaranhado de emoções dificeis de decifrar. É dificil respirar; Meu peito se move para cima e para baixo, mas a sensação é que estou sufocando a todo momento. 
Ansiedade é terrivel. Aprendi a conviver com ela há algum tempo, mas em alguns dias é realmente impossivel convivermos harmoniosamente; ela é muito forte e poderosa e eu sou pequena perto dela. É como um urso gigante e eu um mosquito que tenta brincar com ela.
Estou presa no sofá. Estou presa dentro de mim mesma. 
"Está tudo bem?", me perguntam quando passam por mim. Balanço a cabeça positivamente afirmando que sim, cansada de mais para explicar o turbilhão de coisas que estão acontecendo aqui dentro.

___Ruana Lins

8 de março de 2017

Sobre elas (Feliz dia da mulher!)

Tem dias que ela é uma menina bonitinha, em outros uma mulher cheia de escolhas e histórias de vida. Tem dias que adora interpretar, em outros prefere virar gente grande e ir arrumar um emprego com carteira assinada e todos os benefícios. Tem dias que ela prefere pegar a mochila, uma câmera fotográfica e partir pelo mundo sem ter certeza de nada. Em alguns dias adora uma partida de LOL, outros prefere pegar seu Ukulele e ficar horas no quarto cantando. Tem dias que ela escolhe escrever, mas outros ela prefere sair e deixar que a vida escreva por si mesma a sua história.
Eu te digo isso, pequeno, porque você está crescendo. Querendo ou não você está crescendo em um mundo que ainda é machista e nós, mulheres, precisamos mudar isso, porque podemos ser o que quisermos. Podemos não querer ser nada também. E isso também está certo pequeno. Sabe quando você diz: "Para isso!" e eu paro? É porque eu te respeito e eu preciso que você entenda que quando alguém falar "não" você precisa parar também. 
Hoje nós ainda sofremos muito com a questão de não sabermos respeitar o outro. E eu realmente tenho medo de sair sozinha a noite; as ruas não são seguras para nós (sejamos héteros, lésbicas ou trans), principalmente durante a noite. E isso não deveria ser assim, todo mundo deveria ter o mesmo direito de sair de casa e não ter medo de um cara que vem caminhando atrás naquela rua esquisita e pouco iluminada que está localizada à tua casa. E isso, pequeno, se chama feminismo. Você ainda vai ouvir falar muito sobre esse termo que surgiu lá no século XIX; um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres. 
Mas o que eu quero te pedir, nesse 08 de março, dia internacional da mulher, é que você cresça sabendo respeitar ao próximo, principalmente as mulheres, porque nós estamos lutando por isso e eu acredito que a sua geração irá lutar ainda mais. 

Feliz dia da mulher!

___Ruana Lins

7 de fevereiro de 2017

Nunca cresça

Oi pequeno,

hoje as suas pequenas mãos apertaram meu dedo polegar e o mundo parecia estar tão quieto. Você dorme em meus braços enquanto eu observo suas pequenas pálpebras agitadas porque você está sonhando, então eu te seguro mais forte em meus braços e tento fazer o mínimo de movimento possível ao respirar pra que você não acorde e você rir, me fazendo lembrar que pra você tudo é engraçado e que você não se arrepende de nada que faz. Ah querido, eu daria tudo pra que você não crescesse...
Mas isso vai acontecer de um jeito ou de outro. E um dia você estará mortificado quando a tua mãe te levar a uma festa e você não aguenta mais esperar pra completar 18 anos, sair de casa e viver por conta própria, mas nunca esqueça que ela também está envelhecendo e eu espero que você não perca o jeito como dança em frente a televisão a música do "soldadinho".
E eu te peço, querido: tire fotos na sua mente do teu quarto de infância, lembre do som que seu pai fazia ao chegar em casa, lembre dos passos e das palavras ditas, eu acabei de me dar conta que tudo o que temos um dia irá embora e muitas vezes nós não temos o tempo necessário para nos despedirmos. 
Então estou aqui nesse apartamento solitário, numa cidade grande. É muito mais frio do que eu pensei que seria, então me encolho próximo ao sofá, lembrando de como aquele lugar costumava ser quente e engraçado e eu lembro de você e tudo que eu quero pedir a Deus é que te mantenha pequeno, que você nunca cresça, porque dessa forma eu posso te garantir que ninguém vai quebrar o teu coração. Só continue pequeno, criança e tudo será engraçado pra você.

p.s.: Por favor, não cresça tão rápido.

12 de dezembro de 2016

Sobre a saudade


Saudade. O dicionário diz que é um sentimento melancólico devido ao afastamento de uma pessoa. Saudade... distancia... Saudade, segundo os poetas é o medo de ser esquecido. Saudade, nesse momento, é o que escorre agora dos meus olhos enquanto leio as últimas palavras que jogamos no ar. Li a última carta que te escrevi, vi a última foto que te enviei, encontrei aquela frase que marcamos um ao outro com a diferença exata de um ano e em meio as lágrimas um sorriso e logo depois desabo em choro. 
Te escrevi uma mensagem dia desses. Apaguei e a escrevi mais uma dez vezes, mas nós não temos mais a cumplicidade que costumávamos ter e esse sempre foi o meu medo e eu sempre te falei isso. Tudo o que eu não queria era perder a sua amizade e eu gritei isso para o vento, eu gritei isso para Deus. Caramba, você me fez acreditar em Deus de novo e tudo o que eu consegui fazer foi te perder. 
Saudade... Ê palavrinha que machuca.  Ela já diz que queremos o que estamos sentindo falta, perto. E como eu queria ter você perto de novo. Como eu queria acordar de madrugada com uma mensagem que tinha alguma coisa boba e que rapidamente me fazia sorrir. Como eu queria ouvir o som da tua risada, que da última vez estava mais grossa do que eu me lembrava... Como eu queria poder saber como esta a sua vida. Casou? Arrumou um novo emprego? Ainda está indo à missa? Como eu queria..
Há um vazio em meu peito que poucos conseguem ver e essa saudade complementa as minhas cicatrizes que nunca vão sarar. Porque você sempre  foi meu melhor amigo e quando você se foi deixou a saudade comigo, aquela que você tinha me ajudado a esquecer.


___Ruana Lins