19 de dezembro de 2017

"I don't wanna see you with her"


O azul do céu nos convidava pra uma praia. A noite tinha sido maravilhosa, nossa peregrinação pelos bares da Amélia Rosa. A foto na parede que eu tanto queria. Os sorrisos que não cansavam de chegar aos lábios. Eu te olhava e você me olhava. As mãos loucas para se encontrarem, os olhos que não queriam se conter apenas com aquele olhar.
Mas ela chegou. Teus olhos se voltaram pra ela, a dor invadiu o peito, o fim de semana preparado para ser perfeito, não foi bem como planejado. Ficamos bêbados, dançamos, curtimos. Eu de um lado e você do outro. Sentei, querendo que aquele sorriso fosse apenas meu. Balancei a cabeça, pensando na idiota que eu ainda conseguia ser. Bebi, enquanto tentava esquecer você. Beijei outras bocas, mas elas só me lembravam o quanto o seu beijo era maravilhoso.
A praia parecia tomar a minha dor como sua, o céu nublado assim como eu. E você, você ainda me olhava com aquele olhar da primeira vez. Suas mãos não paravam de me encontrar. O que você queria? O que você realmente quer? Você sorria pra ela e me olhava de canto de olho. Você não sabe o quanto machuca. Vocês parecem felizes e tudo o que eu queria era fugir.
"Está tudo bem?" você me pergunta. Balanço a cabeça que sim. Sem te olhar. Porque não consigo fazer isso. Não consigo encontrar os teus olhos. Me disseram para tomar cuidado com o amor. Mas ele é forte de mais e eu fraca na mesma intensidade.
Durante todo o caminho de volta fui fria com você e parece que você não se tocou. Sua mão acaricia a minha bochecha e eu me retraio, afasto o seu toque. Te ignoro. Mas você não parece notar ou não quer notar. "Tchau", eu te digo de longe, sem te olhar ou te tocar, mas você insiste em me beijar.

___Ruana Lins